Bem vindo!

Bem vindo!Esta página está sendo criada para retransmitir as muitas informações que ao longo de anos de pesquisas coletei nesta Mesorregião Campo da Vertentes, do centro-sul mineiro, sobretudo na Microrregião de São João del-Rei, minha terra natal, um polo cultural. A cultura popular será o guia deste blog, que não tem finalidades político-partidárias nem lucrativas. Eventualmente temas da história, ecologia e ferrovias serão abordados. Espero que seu conteúdo possa ser útil como documentário das tradições a quantos queiram beber desta fonte e sirva de homenagem e reconhecimento aos nossos mestres do saber, que com grande esforço conservam seus grupos folclóricos, parte significativa de nosso patrimônio imaterial. No rodapé da página inseri link's muito importantes cuja leitura recomendo como essencial: a SALVAGUARDA DO FOLCLORE (da Unesco) e a CARTA DO FOLCLORE BRASILEIRO (da Comissão Nacional de Folclore). Este dois documentos são relevantes orientadores da folclorística. O material de textos, fotos e áudio-visuais que compõe este blog pertencem ao meu acervo, salvo indicação contrária. Ao utilizá-lo para pesquisas, favor respeitar as fontes autorais.


ULISSES PASSARELLI




terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Folia do Elvas


Folia de Reis, Elvas (Tiradentes / MG). 
Folião: sr. Aquino Orff (in memoriam).
Foto: Ulisses Passarelli, 1991. 
Obs.: a região do Elvas, de campos varzeanos e morros mamilonados é um foco de folias tradicionais, com um toada bem características, cuja resposta da cantoria é dividida em duplas que fazem rodízio a cada estrofe, fazendo 1ª e 2ª vozes. Esta maneira de tirar Reis cujo arranjo varia um pouco de acordo com a habilidade dos músicos de cada grupo, observa-se nas folias dessa área, como o grupo retratado (hoje sob a responsabilidade do folião Nascimento), e ainda outras folias que por ali existiram: nos povoados vizinhos do Morro Redondo (do sr.Gustavo), Bananal (do sr.Zico), Pinheirinho(do sr.Zé Tute), Caixa d'Água da Esperança (ainda existente, muito tradicional e conservada em âmbito familiar), Casa da Pedra (do sr.Nhônhô), tendo como extremos a cidade de Barroso (do sr.Agostinho) e a Vargem de Baixo (do sr.Hildo Rosa), bairro de Tiradentes. Uma variante da toada mineira com uma geografia bem definida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário