Bem vindo!

Bem vindo!Esta página está sendo criada para retransmitir as muitas informações que ao longo de anos de pesquisas coletei nesta Mesorregião Campo da Vertentes, do centro-sul mineiro, sobretudo na Microrregião de São João del-Rei, minha terra natal, um polo cultural. A cultura popular será o guia deste blog, que não tem finalidades político-partidárias nem lucrativas. Eventualmente temas da história, ecologia e ferrovias serão abordados. Espero que seu conteúdo possa ser útil como documentário das tradições a quantos queiram beber desta fonte e sirva de homenagem e reconhecimento aos nossos mestres do saber, que com grande esforço conservam seus grupos folclóricos, parte significativa de nosso patrimônio imaterial. No rodapé da página inseri link's muito importantes cuja leitura recomendo como essencial: a SALVAGUARDA DO FOLCLORE (da Unesco) e a CARTA DO FOLCLORE BRASILEIRO (da Comissão Nacional de Folclore). Este dois documentos são relevantes orientadores da folclorística. O material de textos, fotos e áudio-visuais que compõe este blog pertencem ao meu acervo, salvo indicação contrária. Ao utilizá-lo para pesquisas, favor respeitar as fontes autorais.


ULISSES PASSARELLI




sexta-feira, 15 de novembro de 2013

São Gonçalo do Amarante


Santo dominicano português, da cidade de Amarante, falecido em 1259 e canonizado em 1561. Seu dia é 28 de janeiro. Construiu com a graça de Deus uma célebre ponte de pedra sobre o Rio Tâmega na sua cidade.

É considerado casamenteiro, sobretudo das solteironas. Neste sentido há esta pitoresca pilhéria, abaixo transcrita a partir de um antigo jornal de São João del-Rei, "O Erro":

"porque motivo a senhorinha H. da rua de S.Francisco só anda com meninas bonitas? Será mesmo por abnegação ou para ver si beleza é moléstia contagiosa? ... Qual, minha flor; agora só muita devoção a S. Gonçalo do Amarante!..."

Tem uma igreja barroca na vila que leva o seu nome, no distrito homônimo (ex Caburu), em São João del-Rei. Localmente é festejado em julho, junto com o Sagrado Coração de Jesus, contando com novena, alvorada, missa festiva, procissão, sermão, bênção do Santíssimo Sacramento, leilão de prendas, queima de fogos, quermesse, banda de música. 

Um outra igreja regional dedicada a este santo está situada em Ibituruna, donde é padroeiro. Sua capela é citada desde 1749 ou 1769, conforme a fonte. Porém a capela primitiva deu lugar à atual (que aparece na foto abaixo) em 1932, segundo o jornal Folha Nova. Ibituruna pertenceu a São João del-Rei até 1922, passando então ao município de Bom Sucesso do qual emancipou-se em 01/03/1963.

Igreja de São Gonçalo do Amarante, Ibituruna/MG. 
Foto: Iago C.S. Passarelli, 30/06/2013. 

Tem duas iconografias distintas: numa representam-no como sacerdote, com batina preta e chapéu eclesiástico ou com hábito dominicano; noutra, como camponês de Portugal, tocando viola. 

Detalhe do trono, no retábulo da Igreja de São Gonçalo do Amarante no distrito homônimo em São João del-Rei, vendo-se os anjos recortados na madeira, abrindo a cortina que permite a aparição do santo, uma solução estética rara nesta região. Foto: Iago C.S. Passarelli, 13/10/2013.

Corre que o santo nas horas de folga tocava sublimemente viola noite adentro para as prostitutas, que encantadas com seu som, deixavam de ir se prostituir, dançando alegre e sadiamente diante do santo. Assim evitava que continuassem no pecado. Por isto é padroeiro dos violeiros, que fazem promessas para ele no sentido de buscar proteção e aprendizado. 

Possui devotos fervorosos que pagam promessas de forma curiosa e inusitada _ dançando: é a Dança de São Gonçalo, sempre de fundo religioso, sendo muito rara nas Vertentes. Tem por aqui duas áreas de ocorrência, uma rumo leste (Bias Fortes,Santana do Garambéu...) e outra a oeste (Lavras, Perdões...). Em Bias Fortes realizava-se nas fazendas e no Arraial do Vermelho um homem (promesseiro) vestia-se de São Gonçalo, mas trazia o rosto coberto. Diante dele dançavam e cantavam. 

"Mandei chamar São Gonçalo,
que viesse a toda pressa!
pra ajudar esses doente,
a cumprir suas promessa. 

São Gonçalo desceu do céu
na folhinha do café, 
pra dançar pra São Gonçalo
há-de ser com muita fé."

Outra estrofe, de Ponte Nova (Bias Fortes), carregada de irreverência, cantada pelo sr.José Maria: 

"Pra dançar pra São Gonçalo
é na folhinha do feijão, 
cura quem tá doente, 
adoece quem tá são..."

No povoado do Brumado de Cima, distrito de São Gonçalo do Amarante (São João del-Rei), registrei a Folia de São Gonçalo. Sob a coordenação do folião Geraldo Marcelino da Silva, popularmente conhecido por "Geraldo Teixeira", recolhia donativos na zona rural entre os sitiantes para organização da festa do santo na sua igreja própria. A bandeira de sua folia representava o santo sobre uma ponte, alusão a sua obra em Portugal. 

Bandeira da folia de São Gonçalo do Amarante, povoado do Brumado de Cima, 
São João del-Rei. Foto: Ulisses Passarelli, março/1999. 


A Festa de Nossa Senhora das Mercês, observada em Tiradentes no ano de 1999, previa entre os muitos Juízes (as) os de São Gonçalo, constando inclusive seus nomes no programa festivo. 


Referências Bibliográficas

- GUIMARÃES, Geraldo. Considerações sobre Ibituruna. Revista do Instituto Histórico e Geográfico de São João del-Rei, n.8, 1995. p.91-103.
- POMPÉIA,  Maria do Rosário. Algumas notas sobre Ibituruna. Revista do Instituto Histórico e Geográfico de São João del-Rei, n.8, 1995. p. 104-110.

Referências Hemerográficas

- Folha Nova, São João del-Rei, n.8, 24/04/1932.
- O Erro, São João del-Rei, n.2, 09/07/1933.

Informantes

- José Cândido de Salles, 19/07/1997 (Arraial do Vermelho)
- Elvira Andrade de Salles, 19/07/1997 (canto, originário de Ponte Nova, município de Bias Fortes)
- José Maria do Nascimento, 07/07/2013 (canto, originário de Ponte Nova, município de Bias Fortes)
- Geraldo Marcelino da Silva, março/1999 (sobre a folia do Brumado de Cima)

Notas e Créditos

* Texto: Ulisses Passarelli

Nenhum comentário:

Postar um comentário