Bem vindo!

Bem vindo!Esta página está sendo criada para retransmitir as muitas informações que ao longo de anos de pesquisas coletei nesta Mesorregião Campo da Vertentes, do centro-sul mineiro, sobretudo na Microrregião de São João del-Rei, minha terra natal, um polo cultural. A cultura popular será o guia deste blog, que não tem finalidades político-partidárias nem lucrativas. Eventualmente temas da história, ecologia e ferrovias serão abordados. Espero que seu conteúdo possa ser útil como documentário das tradições a quantos queiram beber desta fonte e sirva de homenagem e reconhecimento aos nossos mestres do saber, que com grande esforço conservam seus grupos folclóricos, parte significativa de nosso patrimônio imaterial. No rodapé da página inseri link's muito importantes cuja leitura recomendo como essencial: a SALVAGUARDA DO FOLCLORE (da Unesco) e a CARTA DO FOLCLORE BRASILEIRO (da Comissão Nacional de Folclore). Este dois documentos são relevantes orientadores da folclorística. O material de textos, fotos e áudio-visuais que compõe este blog pertencem ao meu acervo, salvo indicação contrária. Ao utilizá-lo para pesquisas, favor respeitar as fontes autorais.


ULISSES PASSARELLI




sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Cosme e Damião: o verdadeiro Dia das Crianças

Nos meios populares já se sabe: é só entrar setembro e as crianças já mudam o comportamento, ficando cada dia mais agitadas, sapecas, brincalhonas... é uma influência inevitável, de natureza espiritual, transmitida pelos santos gêmeos, Cosme e Damião. 

As tradições em torno desses santos é imensa e em várias regiões tem muito vigor sendo a manifestação mais frequente a distribuição de doces, balas, confeitos, pipocas às crianças no dia desses santos, a 27 de setembro. A criançada acorre em peso às ruas e como que de forma instintiva descobrem as casas onde estão havendo distribuição de guloseimas ou vão àquelas onde receberam doçaria em anos anteriores.

A confluência dos guris é enorme e a onda de alegria e agitação entre eles é indescritível. 

São poucas as igrejas dedicadas a estes santos e incomum ver suas imagens em templos católicos. O mais comum é sua veneração doméstica ou nos centros das religiões de matriz afro-brasileira. 

Distribuir balas nesse dia é uma forma comum de pagar promessa por graça alcançada por intermédio de São Cosme e São Damião. Em geral se repete por sete anos podendo encerrar depois ou continuar, se for do gosto do devoto, mas sem a obrigação religiosa. 

Em São João del-Rei colhi de uma senhora a cerca de oito anos atrás, uma interessante simpatia dirigida aos santos em questão para alcançar a gravidez. Quando por algum motivo de saúde uma mulher não consegue engravidar, faz uma promessa de oferecer um sapatinho de recém-nascido, desses em tricot, cheio de balas num jardim para os santos Cosme e Damião. No ato da entrega só oferece um pé do calçado, prometendo entregar o outro sapatinho recheado de guloseimas quando tiver engravidado. Tal simpatia evoca crenças muito antigas na fertilidade tributada aos gêmeos no folclore. 

Uma expressão relacionada aos santos gêmeos são as correntes manuscritas em cédulas monetárias, sempre pedindo fartura e por vezes saúde e proteção. O costume contudo, que observei de forma abundante nos anos 90, vem enfraquecendo visivelmente no último decênio. 

Não notamos relação de São Cosme e Damião com as folias, exceto quando em suas deambulações deparam-se com um grupo de crianças e então o mestre por vezes faz um verso de improviso pedido que os dois santos as protejam. 

Nos congados da mesma forma e neste sentido uma quadra repetida por várias guardas de catupé desta região é: 

Lá na Bahia,
tem dois irmãos;
viva São Cosme
e São Damião!

Ou:

Bahia é terra de dois, 
terra de dois irmão,
governador da Bahia
é Cosme e São Damião. 

Na cidade de Resende Costa, em plena Serra das Vertentes, existe em atividade um congado formado por crianças, sob o patronato desses santos gêmeos. É uma guarda de catupé. Com a exposição de sua foto fica registrada a homenagem deste blog às crianças, que são também o futuro das tradições, sendo um fato digno de nota a sua participação em grupos como o aqui retratado, uma oportunidade de aprendizado e socialização. 

Congado de São Cosme e São Damião, de Resende Costa/MG. 
Participação na festa do Divino de São João del-Rei, junho/2011.


Notas e Créditos

* Para saber mais a respeito da devoção a estes santos de setembro clique nestes links:

 COSME E DAMIÃO: OS SANTOS DAS GULOSEIMAS  

SÃO COSME E SÃO DAMIÃO BRINCAM INOCENTES NOS LARGOS, RUAS E BECOS DE SÃO JOÃO DEL-REI

** Texto: Ulisses Passarelli

*** Fotografia: Cida Salles

Nenhum comentário:

Postar um comentário