Bem vindo!

Bem vindo!Esta página está sendo criada para retransmitir as muitas informações que ao longo de anos de pesquisas coletei nesta Mesorregião Campo da Vertentes, do centro-sul mineiro, sobretudo na Microrregião de São João del-Rei, minha terra natal, um polo cultural. A cultura popular será o guia deste blog, que não tem finalidades político-partidárias nem lucrativas. Eventualmente temas da história, ecologia e ferrovias serão abordados. Espero que seu conteúdo possa ser útil como documentário das tradições a quantos queiram beber desta fonte e sirva de homenagem e reconhecimento aos nossos mestres do saber, que com grande esforço conservam seus grupos folclóricos, parte significativa de nosso patrimônio imaterial. No rodapé da página inseri link's muito importantes cuja leitura recomendo como essencial: a SALVAGUARDA DO FOLCLORE (da Unesco) e a CARTA DO FOLCLORE BRASILEIRO (da Comissão Nacional de Folclore). Este dois documentos são relevantes orientadores da folclorística. O material de textos, fotos e áudio-visuais que compõe este blog pertencem ao meu acervo, salvo indicação contrária. Ao utilizá-lo para pesquisas, favor respeitar as fontes autorais.


ULISSES PASSARELLI




sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Santa Luzia: olhai por nós!

Treze de dezembro chegou. O povo devoto se lembra nesse dia da iluminada protetora da visão, a guardiã dos olhos, virgem e mártir, Santa Luzia. 

Temos em São João del-Rei uma festa dedicada a ela, na Igreja de São Gonçalo Garcia, cuja Episcopal Arquiconfraria cuida da organização. É antecedida por tríduo. Missa e bênção do Santíssimo Sacramento completam o cerimonial. Na procissão a Banda Municipal Santa Cecília cuida de forma impecável da parte musical, sob a competente batuta do regente José Antônio da Costa. 

Ao observador chama em especial a atenção o ritual dos devotos à entrada do referido templo: a bela imagem, posta logo na entrada, é saudada por cada fiel que chega para a celebração, que lhe toca com os dedos nos olhos postos na salva em sua mão e a seguir passam esses dedos sobre seus próprios olhos, transferindo a bênção para o corpo. É uma crença inabalável na proteção da gloriosa taumaturga sobre a saúde visual. 

A mais de quinze anos registrei num texto (lincado no final desta postagem), escrito para o boletim informativo da Comissão Mineira de Folclore, algumas benzeções e preces envolvendo-a, coligidas de populares em São João del-Rei e Santa Cruz de Minas, e ainda, as tradições acerca da folia de Santa Luzia, que existiu em nosso distrito de São Gonçalo do Amarante, recolhendo donativos para a capela da santa no povoado da Boa Vista, já no vizinho município de Conceição da Barra de Minas, emancipado de São João del-Rei em 1962. O responsável pela folia (folião) era "Dinho do Zé Coqueiro" e o mestre de cantorias (embaixador) era o prezado "Vavá" (Lourival Amâncio de Paula). 

Além da festa da Boa Vista na região também merece destaque a do povoado de Olhos d'Água, com capela própria, da qual Santa Luzia é orago, inclusa na Paróquia de Nossa Senhora da Conceição de Coronel Xavier Chaves. 

Imagem de Santa Luzia da Igreja de São Gonçalo Garcia, São João del-Rei/MG, exposta à veneração dos fiéis no presbitério durante o tríduo. 2013. 

Detalhe da salva, vendo-se a escultura representativa dos dois olhos, objeto de um ritual protetivo por parte dos fiéis.

Programa da Festa de Santa Luzia de 2013 em São João del-Rei/MG, Igreja de São Gonçalo Garcia.
 Impresso em papel-couché, 15 x 21cm. 


Capela de Santa Luzia, povoado da Boa Vista (Conceição da Barra de Minas/MG). 1997. 
* Texto e fotos: Ulisses Passarelli

Sobre as tradições acerca desta santa leia também: Santa Luzia passou por aqui...

Nenhum comentário:

Postar um comentário